sábado, 10 de janeiro de 2009

Satisfação das necessidades e desejos dos consumidores...em longo prazo!


A Coca-Cola, em parceria com a Nestlé, esta comercializando nos Estados Unidos um refrigerante que emagrece, o Enviga. Feito a base de chá verde, cafeína e nutrientes de plantas, acelera o metabolismo e queima calorias. Mas não se empolgue muito, para queimar as calorias de um Big Mac é necessário consumir umas... 20 latinhas.
Esta estratégia das duas corporações é muito interessante em termos mercadológicos. Demonstra como as organizações podem, por meio de uma leitura atenta do mercado, criar produtos que atendem aos novos anseios dos consumidores, consumidores estes mais exigentes e preocupados com a saúde e o bem estar.
A Coca-Cola com esta estratégia mercadológica visa reverter às quedas em suas vendas nos EUA, pois o seu carro-chefe, o refrigerante a base da cola, é visto como um produto que faz mal a saúde. Com o Enviga, e outros produtos de baixa caloria como a Coca Zero pretende mudar a sua imagem e atrair pessoas interessadas em um consumo mais saudável.
Entre tantos benefícios mercadológicos podemos citar que auxilia no fortalecimento da marca, pois com estes diferenciais é visto como uma empresa que se preocupa com o consumo consciente e saudável de seus consumidores, preocupada com as necessidades e desejos de seus consumidores, não apenas momentaneamente, mas em longo prazo.
Permite uma maior rentabilidade, pois estes produtos são comercializados, devido aos seus diferenciais e ao seu público-alvo, normalmente as pessoas de uma classe social mais alta, a um preço maior que os concorrentes.
Maior mercado consumidor, pois além das pessoas da geração saúde, também atingirá o público da terceira idade que procura produtos mais saudáveis e os jovens, que estão cada vez mais preocupados com a saúde.
Gera uma publicidade positiva, pois os meios de comunicação sempre comentam de produtos inovadores, e o Enviga, como outros produtos com esta preocupação, são citado em várias revistas de grande circulação, tanto em mercado brasileiro como mundial, tudo isso, gratuitamente.
Promove o marketing viral, o famoso boca-a-boca, quando os consumidores cometam, espontaneamente, com os seus pares à respeito dos produtos quando ficam satisfeitos e, com produtos que fazem bem à saúde e se preocupam com o seu bem estar, este comentário é natural, entre tantos outros benefícios em termos de marketing.
Mas não é apenas a Coca-Cola que esta entrando no ramo dos alimentos funcionais, aqueles que apresentam componentes ativos capazes de reduzir o risco de certas doenças, como por exemplo, a Danone esta comercializando no Canadá o Iogurte Cardivia que previne doenças cardíacas; A Mars lançou o chocolate Cocoavia nos EUA, ajuda na redução do colesterol minimizando problemas de hipertensão e dilata os vasos sanguíneos; A Pespsi, também nos EUA, produz a nutrisoda Focus, com substâncias que melhoram a concentração, aumenta a imunidade e reduz o stress; Suco Pom Wonderful detém o envelhecimento celular, reduz as doenças cardíacas; Sun Water é a água que brônzea sem a exposição ao sol; Salgadinho que estimula o cérebro da Elma Chips; Iogurte que auxilia na hidratação da pele da Danone; o Activia, também da Danone que auxilia o funcionamento do intestino e, por final, o nosso velho conhecido Yakult, presente no mercado brasileiro há mais de trinta anos.
Estas são empresas que estão percebendo que o mercado não esta apenas preocupado em resolver os seus problemas (por meio de produtos ou serviços) em curto prazo, mas ao contrário, querem produtos que, além de saciar um problema momentâneo, também tragam benefícios em longo prazo.

Translate