segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Uma estratégia de Marketing Multissensorial


Esta semana a Pepsi divulgou o desenvolvimento de um dispositivo que libera o aroma de seu refrigerante ao abrir a garrafa. Mas, porque isso? Simples, em pesquisas realizadas com os seus consumidores constatou que, ao abrirem a embalagem, o primeiro aroma que sentem é o do plástico da embalagem. Isso devido ao fato que o gargalo da garrafa é estreito, e os consumidores sentem primeiro o cheiro de plástico para depois sentir, se é que sentem, o aroma do refrigerante.
Com a constatação que o aroma do refrigerante poderia afetar o paladar, criou um dispositivo que libera aroma do refrigerante ao abrir a garrafa.

É uma boa ideia da empresa, mas qual o nome desta estratégia? Marketing Multissensorial, que consiste em trabalhar com outros sentidos que não sejam apenas a visão e audição. É a percepção que todos os elementos de um produto podem, e devem, transmitir uma mensagem da empresa.

São várias empresas que trabalham, consciente ou não, com estas estratégias. A Harley Davdson que tentou patentear o ronco de seu motor; a Kellogg´s também tentou a patente do som crocante que ouvimos a mastigar os seus cereais; a Daimler-Benz usa o som das portas quando fecham porque transmite segurança para as mulheres; o aroma dos cafés da Starbucks que é trabalhado de forma estratégica para instigar o consumidor;  a garrafa da Coca-Cola com as suas formas arredondadas reconhecida em qualquer lugar; o corpo da boneca Barbie. Note que não precisa nem mostrar a marca do brinquedo que já sabemos a quem pertence; o formato de um I-pod e os seus plugs brancos, entre outras ações.

Em um mercado que está cada vez mais difícil conseguir a atenção dos consumidores, usar outras sentidos para fortalecer o relacionamento com os consumidores é uma ótima estratégia. No caso da Pepsi, aguardamos o lançamento deste disposto, pois, as pesquisas indicam que o olfato é um dos sentidos que melhor estimulam a nossa memória. Assim, use aromas para despertar lembrança de seus consumidores.

Para aqueles que desejam aprofundar os seus conhecimento do assunto, sugiro a leitura de BrandSense de Martin Lindstrom.

Translate