segunda-feira, 23 de julho de 2012

Como identificar e entender as necessidades e desejos dos consumidores?


Como é de conhecimento da maioria (ou esperamos que seja a maioria), o marketing pode ser considerado como a área de conhecimento que tem por objetivo estudar o mercado para identificar as necessidades e desejos de seus consumidores para que possam satisfazê-las por meio de um produto ou serviço. Apesar de sua simplicidade em termos de conceito, a tarefa do marketólogo é um pouco mais complexa.
Esta complexidade por ser resumida em uma simples questão: como entender e identificar as necessidades e desejos dos consumidores? Uma das formas (não a única, certo?) de resolver esta questão é por meio da pesquisa. Em matéria publicada na revista Exame (ver matéria) explora as formas pelas quais as empresas estão utilizando os avanços e termos da tecnologia da informação para conhecer os hábitos e costumes de seus consumidores e, assim, identificar mais rápido que os concorrentes suas necessidades e desejos. Vamos a um breve resumo de cada um dos casos mencionados e os conceitos relacionados. Antes de mais nada devemos destacar que esta modalidade de pesquisa faz parte do SIM - Sistema de Informação de Marketing, que nada mais é do que um catalisador de informações internas e externas que servem para subsidiar as decisões organizacionais:
A rede de supermercados Target possuí um departamento composto por estatísticos para cruzar e analisar as informações de seu banco de dados. O objetivo é entender o que os consumidores compram e, o mais importante, o que irá comprar - desta forma pode canalizar as suas ações de marketing com maior eficiência.  Por exemplo, com este cruzamento de dados a empresa sabe distinguir entre as suas consumidoras quais estão grávidas. Como conseguem isso? Simples, pelos utensílios presentes em seu carrinho de supermercado.  Quando as mulheres começam a adquirir produtos como algodão, sabonete sem cheiro e vitaminas á base de zinco e magnésio é sinal de gravidez. Outro conceito interessante que podemos notar neste exemplo é o da segmentação de mercado. Temos uma segmentação demográfica (idade e estágio no ciclo de vida), comportamental (relacionamento com o produto) e psicográfica (estilo de vida).
A Starbucks possuí um aplicativo para celular para que os consumidores possam registrar as suas compras. A cada quinze registros vale uma bebida grátis. Como esta simples ação que incentiva as pessoas a fornecer informações de forma espontânea (um dos preceitos fundamentais do Marketing de Permissão - se quiser saber mais sobre o assunto informe) a empresa consegue identificar quais os produtos favoritos de seus clientes bem como o período de compra. Desta forma consegue entender melhor que os seus concorrentes os hábitos e costumes de seu mercado e, desta forma, criar estratégias mais direcionadas.
Estes são exemplos (um simples e outro mais complexo) de como as empresas podem (e devem) pensar em maneiras inteligentes para entender os seus consumidores. Boa espionagem para você!!

Translate