domingo, 28 de dezembro de 2008

O Produto Básico – Lançamento de Produtos


Um dos primeiros passos quando iniciamos um processo mercadológico ou a importante função de gerenciamento de produtos, seja em uma empresa de grande, médio e principalmente pequeno porte, destaco as empresas de pequeno porte devido ao fato de poucas pensarem em termos de marketing, é determinar, ou como os primeiros pesquisadores em marketing frisavam, encaixar, os produtos em determinadas categorias para pensar qual a estratégia mais eficaz a ser utilizada.
O primeiro passo deste processo é verificar em qual estágio os produtos se encontram, sendo eles: Produtos Básico, Ampliado, Esperado e Diferenciado.
O Produto Básico é o mínimo que os consumidores esperam quando adquirem um produto, o Mínimo. Quando compramos um automóvel esperamos que ele, no mínimo, nos conduza até o nosso destino. Você poderia dizer que espera que ele o conduza ao seu destino como, por exemplo, com conforto. Mas, neste caso deixaria se ser um produto básico e começaria a ser um Produto Ampliado. Conseguem perceber a diferença? È o básico do básico.
Naturalmente você deve estar pensando: Oras, em uma economia tão concorrida como a nossa, onde existem tantos concorrentes brigando pelo bolso do consumidor, como posso apenas oferecer o básico do básico?
Isso é uma grande verdade, mas esta estratégia deve ser usada para garantir uma maior eficiência em suas ações de marketing, nas seguintes situações:
Quando estamos lançando um novo produto no mercado, em sua fase de introdução em seu ciclo de vida é recomendável se direcionar apenas no básico. Se, logo de inicio a empresa cair na tentação de oferecer muitos adicionais pode correr o risco de confundir a cabeça dos consumidores e acabar com a rentabilidade do empreendimento. Você já deve ter presenciado situações como esta: um novo aspirador de pó que esta sendo lançado no mercado que possuí garantia estendida por mais de 05 anos, assistência técnica em todo o Brasil, 500 opções de cores, 350 modelos de opcionais, entrega grátis até para fora do país, curso para novos usuários, ufa! São tantos opcionais que os consumidores não saberão distinguir o que esta sendo vendido, se o referido aparelho doméstico ou os opcionais, ou o pior, o consumidor pode pensar que, pelo fato da empresa estar oferecendo tantos adicionais, pode ser que o produto não seja tão bom assim... este consumidor e suas percepções a respeito de produtos e serviços oferecidos no mercado.
Cuidado com esta tentação. Guarde a estratégia dos opcionais para quando a concorrência começar a invadir o seu mercado, o que ocorre quando o produto esta em sua fase de crescimento. Abrir mão de todas as vantagens que o seu produto oferece logo de início pode acabar por facilitar as estratégias dos concorrentes. Ofereça os opcionais em doses homeopáticas, pois desta forma o seu produto sempre estará surpreendendo os consumidores.
Nas próximas postagens veremos outras situações em que um produto básico pode ser utilizado.

Translate