quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Os comerciais de TV estão com os dias contados...E a Criatividade...


Você deve ter escutado a profecia acima uma centena de vezes, não é mesmo? E as propagandas na mídia Televisiva ainda "sobrevivem". Agora é minha vez de profetizar: pode até ocorrer um aumento destes comerciais com a intensificação da TV Digital, pois poderemos assistir à programas em celulares no ônibus ou metrô, e nos automóveis com os GPS. E os programas que assistiremos serão das emissoras fechadas onde reinam os famosos e antigos (antigos para os modernos) comerciais tradicionais. Bom, é pagar para ver...
Como uma transformação no ambiente mercadológico, com a profecia mencionada, abre espaço para outras formas criativas de promover o seu produto ou marca, fato que, em minha opinião, é muito bom, pois abre novas oportunidades de mercado e a valorização do capital humano. É preciso pensar melhor que os seus concorrentes e, em formas inovadoras de comunicação. Sendo assim, abordaremos uma das estratégias que foi veiculado na mídia especializada, o Brand Experience.
Você já ouviu falar a respeito deste termo? Pode ser que não, mas que já presenciou, disso eu tenho certeza. O que acontece quando entramos em uma loja da Starbucks para apreciar um delicioso café? Todas as suas estratégias de marketing são direcionadas para uma experiência única: o aroma do café, o som dos grãos sendo moídos, a performance dos funcionários na preparação da bebida, o local aconchegante, e... chega! Já estou ficando com vontade de um bom cafezinho. Isso que a Starbuks faz é Brand Experience. ou seja, a empresa procura demonstrar uma experiência agradável no relacionamento com os consumidores, transmitindo sensações (o marketing multisensorial que podemos falar em outras oportunidades) e sentimentos agradáveis em relação a marca. Simples, não é?
É o mesmo que ocorre quando freqüentamos um parque da Disney com o seu mundo da fantasia, ou a estratégia usada pela Apple na venda de seus primeiros I-phones. Na época a empresa contratou pessoas para formar uma fila indiana em frente das lojas e, a medida que os primeiros compradores saiam com suas sacolas, recebiam uma salva de palmas. Parecia até a entrega do Oscar. O que a Apple fez foi uma estratégia de comunicação que transmite (ou representa) uma experiência de marca única, e criou uma identificação entre os consumidores e a empresa. Os consumidores da empresa não são verdadeiros torcedores da marca? Não gostam de se identificar como consumidores de uma marca única e "descolada"? É a experiência sendo construída e consolidada.
E, neste processo de transmitir uma experiência diferenciada para comunicar o posicionamento da marca (o espaço que uma marca ocupa na mente do consumidor), as empresas estão cada dia mais audaciosas – e, o melhor, inovadoras. A Ambev investiu R$ 9 milhões no reality show Busão do Brasil. O famoso Busão é totalmente adesivado com a marca do Guaraná Antartica e percorrerá, estrategicamente, todas as cidades nas quais a marca esta precisando de um impulso em suas vendas. É uma forma de interação da marca com os seus consumidores, para garantir uma experiência diferenciada e transmitir os valores que o produto/marca representa.
Estas estratégias usadas para criar e gerenciar determinados programas de televisão já foram usadas na Holanda. A Heineken criou um programa de entrevistas, estilo CQC da Bandeirantes, para tornar na percepção dos consumidores a marca mais jovem. O programa fez tanto sucesso que ganhou vida própria.
As estratégias de Brand Experience, como percebemos, servem para garantir uma plena comunicação integrada de marketing – vários elementos trabalhando para transmitir um conceito, são formas mais criativas de manter um relacionamento com os seus consumidores, entendendo e transmitindo uma experiência única e fortalecendo o posicionamento da marca, pois deixa de existir um foco exclusivo por atributo e entra uma identificação emocional, ou seja, sai o posicionamento por atributo, que pode ser copiado por todo e qualquer concorrente, e entra em seu lugar um posicionamento emocional, que somente quem conhece adequadamente os seus consumidores pode transmitir.
Portanto, aproveite as modificações que ocorrem no relacionamento com os seus consumidores, e use a criatividade para criar formas inovadoras para transmitir uma experiência única para os seus consumidores. Afinal o que guardamos mais em nossa retina não é a emoção? os sentimento? As percepções? Isso é o Brand Experience.

Translate