terça-feira, 17 de novembro de 2009

Uma Questão de Tempo... E de Marketing!


O nosso relacionamento com o tempo mudou! Por mais que o dia continue tendo as suas vinte e quatro horas, uma semana seus sete dias, um mês trinta ou trinta e um dias e um ano os seus doze meses, a nossa percepção é que estes períodos estão cada vez mais curtos. Em qualquer conversa que temos com pessoas das mais diversas áreas e perguntamos como estão as coisas, a resposta sempre é a mesma: “Estou sem tempo.” “Esta uma correria.” Ou “Há, que bom seria se o meu dia tivesse umas vinte e cinco horas.” Até parece que se você não falar que esta sem tempo ou com a vida corrida, as pessoas o olharão com espanto, e acharão que, ou você esta desempregado ou não é deste planeta. Neste último caso somente o pessoal do Arquivo X poderia resolver a questão, isso é, se eles tiverem tempo.
E o que tem a ver o Marketing com esta questão de tempo? Bom, para listar apenas alguns fatores, pois obviamente estou sem tempo para escrever uma lista maior e, naturalmente, vocês estão sem tempo para ler, podemos citar: o desenvolvimento de novos produtos, as estratégias promocionais, o comportamento do consumidor, e tantas outras modificações no relacionamento entre as empresas e seus consumidores.
Vejam o que acontece com os processos de comunicação em Marketing, a Promoção. Antigamente uma empresa anunciava os seus produtos nos veículos de comunicação de massa, um comercial na televisão, por exemplo. O consumidor presenciava a campanha promocional, uma, duas ou três vezes. A idéia de compra do produto pouco a pouco se desenvolvia na mente do consumidor. Este consumidor buscava informações a respeito do produto em revistas especializadas, com amigos ou com o próprio comerciante. Depois, a empresa tinha que aguardar a boa vontade dos consumidores para se locomover aos PDVs (pontos de venda) para, neste momento, abordá-los com outras estratégias promocionais, sejam elas por meio de uma Venda Pessoal ou pelas promoções no PDV, o famoso Merchandising. Era um processo lento, ou ao menos se considerarmos o padrão temporal que conhecemos atualmente.
Hoje o processo é muito mais intenso, e rápido. Uma campanha é veiculada na televisão, como no exemplo anterior. Imediatamente o consumidor entra no site da empresa para verificar os diferenciais do produto, se conecta a alguma rede social para trocar (ou obter) informações mais detalhadas, se conecta a algum site de compra e adquire o produto que mal acabou de ser veiculado nos meios de comunicação de massa. Se não ficou satisfeito com a venda, ou com o processo no qual foi submetido, simplesmente entra em sua comunidade repleta de seguidores e realiza um verdadeiro terrorismo da marca com críticas e mais críticas a organização – é o poder saindo das mãos das empresas e caminhando para as mãos dos consumidores.
O processo mudou, se tornou mais rápido e naturalmente, as organizações não podem perder esta oportunidade. Assim deve haver uma sinergia entre todos os meios de comunicação das empresas, deve existir uma Comunicação Integrada de Marketing. E uma atenção a estas mudanças em termos de comportamento do consumidor.
Agora vejam o caso dos produtos. São jornais virtuais (distribuídos por meios eletrônicos), porque não temos mais tempo de folhear as antigas velharias de papel, queremos as notícias sempre de forma resumida, e que a leitura possa ser feita em nosso celular ou Blackberry. Falando em celulares, eles possuem cada vez mais ferramentas para que possamos ter o famoso “tudo em um”. Sim é isso mesmo, que você leu! Ser “dois em um” é coisa do passado como os antigos xampu/condicionador Pert Plus. É ganhar tempo no momento de escolher os seus produtos. As academias de ginástica oferecem planos nos quais, ao invés de você se dedicar por uma duas horas para as atividades que realmente fazem bem a sua saúde, você pode, por apenas trinta minutos ter os mesmo benefícios. O sabão em pó que possuí um maior efeito no ato de lavar as suas roupas, pois, você não tem mais tempo para passar enxaguando suas vestimentas. Serviços de passeio com os seus cachorros (não contrato estes serviços porque o Thor iria acabar com a vida dos coitados), dentre outros produtos que procuram dar mais tempo aos consumidores.
São tantas modificações que poderíamos listar uma série de mudanças, mas, por falta de tempo, vou parar por aqui. Mas não se esqueça de atentar a estas mudanças em termos de Marketing, ok? Facilite a vida dos consumidores. Fique atento as modificações em termos de comportamento do consumidor e mantenha a sinergia entre as suas ferramentas de comunicação. E por último, dedique mais tempo aos seus consumidores.

Translate